#livrosquetransformamvidas

fases da reencarnação

Fases da reencarnação

O QUE É A REENCARNAÇÃO?

A reencarnação é um processo usado pelo espirito em evolução na Terra, com o objetivo de desenvolver as suas aptidões inatas, dadas pelo Criador. Ele pode passar por etapas planejadas de acordo com o seu estado evolutivo, do seu merecimento e da suas necessidades individuais tanto quanto coletivas, por isso acabam sendo conhecidas, popularmente, como as fases da reencarnação.

 

COMO PODEM SER AS REENCARNAÇÕES?

Nas reencarnações compulsórias (obrigatórias):

  •     As necessidades urgentes do espirito não contam com merecimentos, porque ele não participou de nenhuma ação para o bem dos outros. Sua reencarnação corre por conta da lei de causa e efeito, embora conte sempre com a misericórdia do Criador.
  •     Nesta, a genética atua de uma forma mais ostensiva, mostrando de maneira mais clara os erros do seu passado a se expressarem na formação do novo corpo que ele terá.

Nas que o espirito adquiriu consciência de suas necessidades:

  •   Se ele operou ativamente no plano espiritual[CdM1] em favor de outros, é feito um planejamento que tem proporção direta com seu merecimento, com intervenções de amigos espirituais feitas a seu favor e de acordo com suas necessidades evolutivas.

 

FASES DA REENCARNAÇÃO

Planejamento

  •   São estudados e programados os aspectos principais da nova reencarnação, de modo que o interessado tenha as melhores condições de sucesso nesta oportunidade.

 

CONTATO ESPIRITUAL COM OS PAIS

  • O espírito que vai reencarnar é aproximado dos pais, afim de estabelecer a programação futura, acertar acordos de cooperação, buscar afinidade de sintonias fluídicas para desenvolver a familiaridade com o campo energético dos futuros genitores, e para facilitar a acomodação com as vibrações da matéria.

 

 

LIGAÇÃO DO ESPÍRITO À MATÉRIA

  •   Nessa fase, o espirito reencarnante vai se desvinculando do mundo espiritual, sofrendo uma atração hipnótica com a matéria, reduzindo sua lucidez espiritual, facilitando a miniaturização do seu corpo perispiritual;
  •   Neste processo, os técnicos responsáveis pela reencarnação já selecionaram o espermatozoide que traga a carga genética mais compatível, bem como   o óvulo que, formando o zigoto[1], possa oferecer as melhores condições orgânicas para desenvolver as potencias do espirito reencarnante.

 

FORMAÇÃO DO FETO

  •       Uma fez processada a fecundação, o espirito já se acha ligado ao ovo, possibilitando o seu desenvolvimento, pois a miniaturização cria uma forca de expansão que proporciona um crescimento rápido do embrião, dinamizando as divisões celulares de tal maneira, que passa a feto em pequeno espaço de tempo, já esboçando a figura humana;
  •   Nos primeiros períodos da gestação os seres fazem uma recapitulação de toda evolução tanto biológica quando espiritual, afim de fixar o fator evolutivo, imprimindo as suas conquistas evolutivas ao reencarnante;
  •     No período gestacional o reencarnante recebe diretamente as vibrações dos pais, dos familiares e em especial, da mãe;
  •     Este fato torna o reencarnante mais vulnerável aos choque vibratórios de rejeição, sofrimentos e desequilíbrios pelos quais seus futuros familiares possam estar passando, assim como tudo de bom que possam estar sentindo com a sua presença. Ele capta com certa facilidade a psicosfera (ambientes vibratório) do lar.

.    Não é incomum o reencarnante ter medo de reencarnar, da possibilidade dos pais se sentirem inseguros em ter o filho. Esse sentimento surge devido a suas insegurança pessoais, familiares ou mesmo sociais. Essas situações, oneram o psiquismo do reencarnante sendo muitos vezes responsável por abortos espontâneos se não provocados inconscientemente.

 

 

ADAPTAÇÃO À NOVA ENCARNAÇÃO

  •     Após o nascimento, eles ainda irão enfrentar situações de adaptação a chegada do novo ser em família, o que pode gerar uma instabilidade emocional;
  •   Caso o reencarnante seja adversário de algum familiar, isso pode agravar o processo no início da vida;
  •   Para evitar o que foi exposto acima o Criador dotou os pais de intenso amor, em especial a mãe, para que Ele, como o Pai Maior, pudesse estar junto de seu filho por meio dos pais terrenos.
  •   Daí a paternidade ser o maior recompensa para os pais. A mulher tem neste ato a maior possibilidade de evolução espiritual;

 

PAIS: PRIMEIROS EDUCADORES DO REENCARNANTE

  •     Desde pequenino, os cuidados dos pais são de suma importância na formação do caráter do novo ser. Nesta primeira fase a receptividade amorosa dos pais darão ao nascituro a base de que precisa, pois ele se encontra com o seus psiquismo mais propenso às captações das imagens que observa do meio onde se desenvolve;
  •   Os bons exemplos, ainda que não perfeitamente intendidos, são captados pelas vibrações energéticas que emitem, sedimentando-se consolidando paulatinamente no corpo mental do novo reencarnado, oferecendo incentivos importantes na formação do seu caráter, que necessita de suporte ético para ter uma base aonde possa se ancorar, ´para adquirir as conquistas da atual encarnação, bem como das realidades do mundo espiritual;
  •     As sinaptogêneses (formação das comunicações entre os neurônios) são intensas até os dezoito meses aproximadamente. Tudo que a criança percebe nesta idade tem muito mais condições de serrem gravadas e desenvolvidas com maior facilidade. Por isso que, quando se dão neste período, o aprendizado de música, línguas e outras artes fazem é feito com maior facilidade e podem se expressar no futuro com genialidade.
  •   Encaminhar os filhos nesta fase para as vivencias de Moral Cristã é de suma importância para eles, pois promove a formação do caráter alicerçado no sentido da vida, incluindo a ética em seus relacionamentos, que se tornarão mais saudáveis e produtivos. Este é um dos maiores investimento que os pais podem fazer em favor dos seus filhos. As horas dedicadas a este grande feito certamente resultarão em felicidade para os filhos e paz para os pais.

 

CONCLUSÃO

Ao nosso ver, investir na formação ética e educacional dos filhos é a maior poupança espiritual que os pais podem fazer.

Até os sete anos, período realmente propicio para implantar ideias e comportamentos edificantes, pois a estrutura do psiquismo ainda está em formação. A partir daí a reencarnação se consolida, o espirito passa a dirigir todo metabolismo do novo corpo, já havendo resistência à novas ideias.

Na puberdade começa a apresentar-se as tendências das reencarnações transatas, espressando as grandes mudanças na personalidade observadas pelos genitores.

A paternidade consciente, primando em especial pelos exemplos morais dos genitores é um dos grandes aportes que um espirito possa desejar, numa investidura carnal, para a sua libertação espiritual.

 

[1] Ovo ou célula resultante da fecundação de um gameta masculino com um feminino, formando o embrião.

The following two tabs change content below.

Jaider

Latest posts by Jaider (see all)

Compartilhe esse post

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram

Veja outros posts que podem lhe interessar

fases da reencarnação

Fases da reencarnação

O QUE É A REENCARNAÇÃO? A reencarnação é um processo usado pelo espirito em evolução na Terra, com o objetivo de desenvolver as suas aptidões

Leia mais »
Editora Dufaux logo colorida

Cadastre-se para receber um
CUPOM DE
15% de desconto
na Loja Virtual Dufaux, novidades do blog, conteúdos edificantes, lançamentos e muito mais!”